Exposição até dia 31/10 - entrada Gratuita

October 16, 2016

Dentro da Mata ao recriar as matas pintados por Miguel Penha, o objetivo é que o visitante se sinta de verdade na natureza.
A sensação é de estar do lado de fora, mesmo estando dentro do local expositivo
Cada detalhe, foi escolhido para criar esse mundo paralelo, troncos de madeira encontrados nas matas, paredes em tons pasteis, lembrando as matas de transição, e paredes em tons mais escuros como o verde e ou preto lembrando a mata mais densa, a iluminação imita a luz do sol, só falta o canto dos pássaros.
O Miguel Penha de descendência indígena, apaixonado pela natureza, se cercou das matas, ao escolher como refúgio a cidade de Chapada dos Guimarães, faz desse local um estúdio a céu aberto, um paraíso natural que o inspira, e aperfeiçoa suas telas, pintando obsessivamente o contraste de luz, o reflexo na água, os detalhes das diferentes espécies, difícil parar, difícil não pintar, o amanhecer o pôr do sol, as várias transformações e mudanças.
Cada estação do ano, um sol diferente, um riacho diferente, um céu multicolorido, o cerrado brilhando no sol intenso do Mato Grosso, troncos prateados, rosados, amarelos as coroes não tem fim.

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

  • Facebook
  • Instagram